Arquivo da Categoria "Trabalhos apresentados em Congresso"

CAMINHOS ESTÉTICOS PERCORRIDOS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO: REMEMORAR, REFLETIR E TRANSFORMAR-SE

Postado por lucianaostetto em 26/dez/2019 - Sem Comentários

Autoria: Monique de França Peixoto da SILVA. Trabalho de iniciação científica apresentado no VII Seminário Vozes da Educação e publicado no E-Book do seminário (2019).

Resumo: Este artigo é resultado do projeto de iniciação científica, vinculado ao projeto de pesquisa “Espaços de formação docente: memórias e narrativas estéticas”, que teve por objetivo identificar como ocorre o processo de formação estético-artística de futuros professores, a partir da análise dos memoriais de formação produzidos por 29 estudantes do Curso de Pedagogia. Inspirada teórico-metodologicamente na dinâmica constitutiva do “ateliê biográfico de projeto” e em uma “Pedagogia da autonomia”, o processo da pesquisa trouxe diversas propostas expressivas (pintura, cantigas, danças, fotografias, desenhos), que aguçaram as diferentes linguagens dos estudantes, através do fazer com o corpo todo, a partir de uma escuta sensível, acolhendo as diferenças.  Este processo culminou nas narrativas de si, nas quais não só os discentes contam sua história, como refletem sobre ela, trazem à consciência processos e experiências marcados nessa história de formação das sensibilidades e que podem ser ressignificados. Identificando momentos que se fizeram essenciais para a construção do seu eu sensível, (re)pensam sobre momentos primordiais que os fizeram abandonar “dimensões lúdicas” tão inerente à própria natureza humana. Através da análise dos dados obtidos, no decorrer desta pesquisa foi possível entender como o processo escolar tem adormecido corpos, brincadeiras, sensibilidades, criatividade e expressão dos estudantes, mas também como é fundamental abrir espaços para refletir sobre isso e projetar alternativas, no percurso de formação docente. Além disso, ficou evidente os limites do curso de formação de professores, que em seu currículo ainda está bastante aquém na preocupação de propor espaços de experiências estéticas. Contudo, a universidade é apontada com um importante papel: como espaço de cultura e como ponte com a cultura e a arte, trabalhando no sentido de reintegração, e potencialização, das linguagens expressivas do futuro professor. Palavras-chave: Formação estética; formação de professores; arte; curso de Pedagogia

EDUCAÇÃO, ARTE, INFÂNCIAS: DIÁLOGOS

Postado por lucianaostetto em 26/dez/2019 - Sem Comentários

Autoria: MELLO, Graziela; LIRA, Iasmim. Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educação e publicado no E-Book do seminário (2019).

Resumo: Este trabalho parte de inquietações de duas artistas-educadoras que trabalham com as infâncias, na escola e na educação infantil. Nosso lugar de fala parte do campo da arte e se amplia em reflexões suscitadas pelas pesquisas e pelos estudos que estamos realizando como mestrandas do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense (UFF) e como integrantes do Círculo de Estudos e Pesquisa Formação de Professores, Infância e Arte (FIAR), da mesma universidade. Nesse contexto, colocamos em diálogo a arte, a educação e as infâncias, tomando como interlocutoras duas autoras, uma artista que trabalhou com crianças em oficinas, Anna Marie Holm, e outra profissional das artes que atua na Educação Infantil numa cidade italiana, Vea Vecchi. Com elas, vamos concluir que é necessário rever nossa prática enquanto artistas-educadoras que se propõem a trabalhar com a infância.
Palavras-chave: Educação. Arte. Infâncias. Formação estética.

QUAIS MARCOS E DATAS COMPÕEM NOSSAS MEMÓRIAS DE INFÂNCIA?

Postado por lucianaostetto em 26/dez/2019 - Sem Comentários

Autoria: MAIA, Marta. Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educação, publicado no E-Book do Seminário (2019)

Resumo: Partindo da pergunta sobre os marcos e datas que compõem nossas memórias de infância, esse texto se propõe a apresentar uma análise sobre como o calendário, que muitas vezes constitui os currículos das escolas, pode ser construído a partir dos interesses e fatos das vidas das crianças. A análise se vale da experiência de formação denominada “FIAR com… memorações – marcos e datas da infância”, na qual os participantes foram convidados a rememorar sua infância. A partir dos registros e narrativas efetivou-se uma reflexão sobre o quanto a criança não tem centralidade nos currículos que primam por seguir calendário oficial, de cunho civil e religioso. O texto se organiza apresentando o encontro, que teve como proposta trazer a experiência estética com centralidade e a memória como fator formativo e transitou de uma análise convencionalmente teórica para uma abordagem sensível sobre o tema do currículo organizado por datas. Apresenta uma argumentação sobre a relação entre currículo, calendário e datas; sobre a memória e a narrativa como constituintes da formação e do conhecimento; expõe a coletânea dos registros e narrativas produzidos no encontro, trazendo-os como dados de análise sobre as memórias de infância, categorizando-as como marcos, situações que marcaram pontualmente, e as lembranças de fases de suas vidas; discorre sobre a possibilidade de um currículo construído com e a partir dos sujeitos, desenvolvendo formas de se observar e se organizar no tempo tomando como referência as crianças, suas vidas, suas histórias. Palavras-chave: memórias – calendário – infância.

FIAR COM… A FORMAÇÃO TECIDA NO ENCONTRO

Postado por lucianaostetto em 26/dez/2019 - Sem Comentários

Autoria: OSTETTO, L.; MAIA, M. CALLAI, C.

Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educação. Publicado no E-Book do Seminário (2019).


Resumo: O Círculo de Estudo e Pesquisa Formação de Professores, Infância e Arte – FIAR, tematiza a formação docente no entrelaçamento da arte e das infâncias, voltando seu interesse e sua atuação para processos formativos e práticas pedagógicas no âmbito da Educação Básica, especialmente da Educação Infantil. No espaço do presente artigo, trazemos para compartilhar o que temos fiado coletivamente no campo da extensão, articulando forma e conteúdo, pensamento, concepções e realizações; propostas de encontros e partilhas que se colocam como convite ao público interno e externo à universidade, de modo aberto e gratuito. Trata-se de um projeto-ação que denominamos FIAR com…, impulsionado pela compreensão de que outros modos de fazer a formação continuada docente – que passe pela experimentação, pela pesquisa, pela possibilidade e liberdade da palavra, do movimento, da expressão, da criação – é exigência do tempo presente.
Palavras-chave: Narrativa. Formação docente. Formação estética.

Eventos Nossos

EDUCAÇÃO E ARTE: REVERBERAR EXISTÊNCIAS -  Seminário do Círculo de estudo e pesquisa Formação de professores, Infância e Arte. Dias 28 e 29 de novembro de 2019
8º Encontro do FIAR

8º Encontro do FIAR

FIAR com... memorações: marcos e datas da infância Anunciamos, com muita alegria, que o Círculo [...]
II Encontro de Biblioterapia: cartografias e rumos - 05 de outubro 2019

II Encontro de Biblioterapia: cartografias e rumos - 05 de outubro 2019

O campo da biblioterapia no Brasil está em plena expansão. Em 26 de outubro de 2016, foi realizado [...]

Outros Eventos

Produções do Grupo

No thumbnail available

CAMINHOS ESTÉTICOS PERCORRIDOS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO: REMEMORAR, REFLETIR E TRANSFORMAR-SE

Autoria: Monique de França Peixoto da SILVA. Trabalho de iniciação científica apresentado no VII S[...]
No thumbnail available

EDUCAÇÃO, ARTE, INFÂNCIAS: DIÁLOGOS

Autoria: MELLO, Graziela; LIRA, Iasmim. Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educação e pub[...]
No thumbnail available

QUAIS MARCOS E DATAS COMPÕEM NOSSAS MEMÓRIAS DE INFÂNCIA?

Autoria: MAIA, Marta. Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educação, publicado no E-Book do[...]
No thumbnail available

FIAR COM... A FORMAÇÃO TECIDA NO ENCONTRO

Autoria: OSTETTO, L.; MAIA, M. CALLAI, C. Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educaç[...]
No thumbnail available

PARA PENSAR O APAGAMENTO RITUALIZADO DOS CORPOS NA CRECHE: ADULTOS, BEBÊS, ATIVIDADES

Autoria: Patrícia Vieira Bonfim; Luciana Esmeralda Ostetto. Resumo: Este texto focaliza narrati[...]

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados