CAMINHOS ESTÉTICOS PERCORRIDOS POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO: REMEMORAR, REFLETIR E TRANSFORMAR-SE

Postado por lucianaostetto em 26/dez/2019 - Sem Comentários

Autoria: Monique de França Peixoto da SILVA. Trabalho de iniciação científica apresentado no VII Seminário Vozes da Educação e publicado no E-Book do seminário (2019).

Resumo: Este artigo é resultado do projeto de iniciação científica, vinculado ao projeto de pesquisa “Espaços de formação docente: memórias e narrativas estéticas”, que teve por objetivo identificar como ocorre o processo de formação estético-artística de futuros professores, a partir da análise dos memoriais de formação produzidos por 29 estudantes do Curso de Pedagogia. Inspirada teórico-metodologicamente na dinâmica constitutiva do “ateliê biográfico de projeto” e em uma “Pedagogia da autonomia”, o processo da pesquisa trouxe diversas propostas expressivas (pintura, cantigas, danças, fotografias, desenhos), que aguçaram as diferentes linguagens dos estudantes, através do fazer com o corpo todo, a partir de uma escuta sensível, acolhendo as diferenças.  Este processo culminou nas narrativas de si, nas quais não só os discentes contam sua história, como refletem sobre ela, trazem à consciência processos e experiências marcados nessa história de formação das sensibilidades e que podem ser ressignificados. Identificando momentos que se fizeram essenciais para a construção do seu eu sensível, (re)pensam sobre momentos primordiais que os fizeram abandonar “dimensões lúdicas” tão inerente à própria natureza humana. Através da análise dos dados obtidos, no decorrer desta pesquisa foi possível entender como o processo escolar tem adormecido corpos, brincadeiras, sensibilidades, criatividade e expressão dos estudantes, mas também como é fundamental abrir espaços para refletir sobre isso e projetar alternativas, no percurso de formação docente. Além disso, ficou evidente os limites do curso de formação de professores, que em seu currículo ainda está bastante aquém na preocupação de propor espaços de experiências estéticas. Contudo, a universidade é apontada com um importante papel: como espaço de cultura e como ponte com a cultura e a arte, trabalhando no sentido de reintegração, e potencialização, das linguagens expressivas do futuro professor. Palavras-chave: Formação estética; formação de professores; arte; curso de Pedagogia

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Eventos Nossos

EDUCAÇÃO E ARTE: REVERBERAR EXISTÊNCIAS -  Seminário do Círculo de estudo e pesquisa Formação de professores, Infância e Arte. Dias 28 e 29 de novembro de 2019
8º Encontro do FIAR

8º Encontro do FIAR

FIAR com... memorações: marcos e datas da infância Anunciamos, com muita alegria, que o Círculo [...]
II Encontro de Biblioterapia: cartografias e rumos - 05 de outubro 2019

II Encontro de Biblioterapia: cartografias e rumos - 05 de outubro 2019

O campo da biblioterapia no Brasil está em plena expansão. Em 26 de outubro de 2016, foi realizado [...]

Outros Eventos

Produções do Grupo

No thumbnail available

EDUCAÇÃO, ARTE, INFÂNCIAS: DIÁLOGOS

Autoria: MELLO, Graziela; LIRA, Iasmim. Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educação e pub[...]
No thumbnail available

QUAIS MARCOS E DATAS COMPÕEM NOSSAS MEMÓRIAS DE INFÂNCIA?

Autoria: MAIA, Marta. Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educação, publicado no E-Book do[...]
No thumbnail available

FIAR COM... A FORMAÇÃO TECIDA NO ENCONTRO

Autoria: OSTETTO, L.; MAIA, M. CALLAI, C. Artigo apresentado no VII Seminário Vozes da Educaç[...]
No thumbnail available

PARA PENSAR O APAGAMENTO RITUALIZADO DOS CORPOS NA CRECHE: ADULTOS, BEBÊS, ATIVIDADES

Autoria: Patrícia Vieira Bonfim; Luciana Esmeralda Ostetto. Resumo: Este texto focaliza narrati[...]
No thumbnail available

Na escola, na cidade, no museu: fazer e pensar artes visuais na educação infantil

Luciana Esmeralda Ostetto (Universidade Federal Fluminense — UFF, Niterói/RJ, Brasil) ; Maria [...]

Copyright 2020 - STI - Todos os direitos reservados